Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Analista de licitação: o que é e quais são as suas funções desse profissional?


O analista de licitação é o profissional responsável por representar as empresas nos procedimentos licitatórios comandados pelo governo federal. Por isso, podemos dizer que ele é o elo que une a iniciativa privada e a administração pública no processo de concorrência.

Neste artigo vamos falar um pouco sobre as principais funções do analista de licitação, sua importância para as empresas que participam ou almejam participar dos processos licitatórios.

O que faz um analista de licitação?

O analista de licitação atua como uma ponte entre a empresa licitante e o governo. Afinal, é ele quem planeja, coordena e executa todas as tarefas relacionadas às etapas de licitações.

Ou seja, sempre que um órgão da Administração Pública precisar de algum produto ou serviço através de licitação, é esse analista quem trabalhará pelo êxito da empresa.

Quais são as responsabilidades do analista de licitações?

Cabe ao analista de licitações desempenhar tarefas como: realizar a pesquisa de editais abertos pelo governo, preparar a documentação para que a empresa atenda às exigências do edital,  montar a proposta da empresa, acompanhar o certame e, em caso de vitória, cumprir os trâmites burocráticos posteriores à licitação.

Dessa forma, também é o analista de licitação quem:

  • elabora a planilhas de custos;
  • verifica a regularidade fiscal da empresa;
  • monta as propostas técnicas;
  • cadastra as empresas licitantes nas plataformas de compras públicas;
  • cota os orçamentos considerando valores de mercado, bancos de preço e valores referência, entre outras tarefas.

guia-do-pregao-eletronico-lance-facil

Passo a passo: participação do analista de licitação

A participação do analista de licitações acontece da seguinte forma:

  1. Órgão público abre um edital explicitando os itens/serviços que necessita;
  2. O analista localiza, lê o edital e garante que as exigências fiscais, técnicas e documentais sejam atendidas;
  3.   Agora, o analista de licitações deve realizar a pesquisa de orçamentos e com base em seus resultados,
  4. Na data e hora marcada no Edital, o analista de licitações representa os interesses da empresa no processo licitatório;
  5. A empresa que cumprir todos os requisitos estabelecidos no edital e tiver o menor preço, ganha a licitação;
  6. Em caso de vitória, o analista de licitações deve dar seguimento aos trâmites burocráticos.

Tenha em mente que esse é um resumo bem simplista de um processo licitatório, que na verdade é bem complexo.

Habilidades necessárias para ser um bom analista de licitações

Ainda não existe um curso de ensino superior que prepare analistas de licitação. No entanto, as habilidades necessárias podem ser adquiridas através de cursos gratuitos (como o oferecido pela Lance Fácil), materiais de leitura (e-books, infográficos), vídeo aulas e artigos de blog.

No entanto, alguns cursos como administração, engenharia de produção, direito e contabilidade podem te destacar dos demais profissionais da área. Afinal, eles fornecem alguns conhecimentos que muitos analistas só adquirem depois de anos de experiência.

Isso porque os processos licitatórios, além de burocráticos, exigem competência jurídica e comercial, um bom conhecimento sobre a legislação, além de conhecimento sobre administração pública, recursos públicos, contratos e rotinas administrativas.

Além disso, é importante ter em mente que a capacitação constante não é opcional! Afinal, as leis e procedimentos estão sempre mudando. A maior prova disso é a a Nova Lei das Licitações, lançada em 2020 e que fez alterações importantes, inclusive nas modalidades de licitação.

curso gratuito para licitações

Conclusão

Em suma, o analista de licitação é o profissional responsável por todas as atividades que envolvem a empresa nas licitações. Desde o estudo e busca de editais, passando também pela organização da documentação exigida para a disputa, o acompanhamento do processo licitatório (garantindo cumprimento de prazos, exigências e condições de concorrência).

Mas, para que seu trabalho seja realizado com sucesso, é importante que o analista conheça a fundo as leis que regem as licitações, a empresa para qual ele trabalha, os editais em questão e o órgão que abriu a licitação, além da concorrência.

Esses são os principais pontos para a elaboração do processo e para a adequação às normas, condições e preços, de acordo com a modalidade de licitação concorrida. 

Participe de licitações

Agora que você já sabe como participar de licitações, que tal se tornar um concorrente mais forte frente à concorrência? Com o Lance Fácil você consegue isso! 

O software Lance Fácil é uma solução completa para licitantes, com ele você simplifica e automatiza as etapas dos pregões eletrônicos.

Dividido em módulos, nossa solução busca por licitações em todo país, cadastra propostas no portal de compras, dá lances automaticamente nos pregões, acompanha as mensagens do pregoeiro e ainda gera e envia documentação após a conclusão do pregão.

Nosso software é compatível com os portais ComprasNet, Licitações-E (Banco do Brasil) e Portal da Transparência. Faça nosso teste grátis e conheça o módulo “Buscas de Editais”.

cadastro-lance-fácil

Siga-nos